Escolha uma Página

criatividade para uso rápido

Hoje acabam as férias da maioria das crianças no Brasil, e o fim desse período traz saudade da convivência mais próxima e sem rotina com os filhos; mesmo que às vezes tenhamos que nos virar para dar conta do tempo que eles ficam fora da escola. Para mim é assim: acho uma delícia essa proximidade, mas às vezes é preciso ajudar a filhota a encontrar brincadeiras criativas, ainda mais nessa segunda quinzena de janeiro em que o tempo não colaborou com as brincadeiras ao ar livre.

Na sexta feira estiveram em casa duas amiguinhas queridas que, junto com a Sofia e minha sobrinha formaram um grupo com idades variadas: 5, 5, 8 e 11 anos. Resolvi fazer com elas um jogo de mímica e desenho (conheço o jogo Imagem e Açao, um dia vou comprar…). Escrevi em vários cartões (reaproveitados) palavras simples, cujos conceitos já são bastante conhecidos pelas meninas. Formamos dois times: um deles com as duas maiores e o outro com as menores e eu (afinal, um integrante de cada time, ao menos, precisa de saber ler). As regras foram muito simples: uma pessoa lia e a outra tinha 1 minuto para desenhar ou fazer mímica para que a outra pudesse adivinhar. A brincadeira foi muito.

019

os cartões

Depois elas se ocuparam de outras coisas e eu fiquei refletindo sobre esse jogo: o brinquedo poderia ter sido comprado, mas naquela hora eu quis improvisar. Sempre me deixa feliz fazer “muito com pouco”, usar a criatividade: improvisar, inventar e testar é um movimento muito natural para mim. Além disso, tenho observado cada vez mais o quanto é rico para a Sofia me ver fazendo coisas. Nesse mundo cheio de TV, internet, excessivamente virtual, faz muito bem para as crianças observarem na prática que as coisas podem ser construídas e que elas podem ser protagonistas, agentes da própria brincadeiras e não apenas receptores passivos de modelos já programados. Atualmente, a filhota já faz planos sozinha , os mais malucos possíveis: “mamãe, podemos prender um tubo na casinha da Pepé e ela vai andar”. Não importa se o plano não vai dar certo: ela se acredita capaz de criar, fazer e resolver as demandas do seu cotidiano.

Para mim, é uma alegria enorme vê-la mais interessada em fazer que em comprar e perceber que, e com isso, sua auto estima se fortalece, que ela se sente capaz – além de, claro, desfrutarmos de ótimos momentos de diversão.

O desenho da esquerda é uma professora (observaram o livro na mão?) e o da direita uma princesa (repararam na coroa?). Sou só eu que acho os desenhos inantis incríveis???

 

E você, o que vai inventar hoje?

Compartilha aqui nos comentários!!! 😉

calendário do advento

2016 é o terceiro ano que faço com a Sofia um Calendário do Advento. Segundo a tradição, o Advento começa no quarto domingo que antecede o Natal e é um tempo de preparação, em que enfeitamos a casa e preparamos nossos corações. A pequena adora: bem antes de dezembro ela começa a perguntar se “será que o calendário do advento vai aparecer esse ano”… sim, ele aparece misteriosamente, na calada da noite! Algumas pessoas fazem essa contagem com presentinhos ou doces; eu costumo fazer com atividades. Em alguns dias aparecem alguns “presentinhos”, mas a maior parte do que coloco nas caixinhas são convites para atividades que preparam o “clima” natalino. Minha tentativa é tirar o foco do consumo e ressignificar o clima festivo do Natal – isso não quer dizer que ela não peça (várias) coisas ao Papai Noel… eu tento apenas oferecer também uma outra visão do Natal.

Calendário do Advento feito com caixinhas de acrílico e árvores coladas com cola quente

Nos três anos eu fiz os calendários: em 2015 com envelope kraft, nos últimos dois anos com caixinhas de acrílico (uma hora posto todos). Nas caixinhas vou colocando bilhetinhos ou os pequenos presentinhos e ela abre uma caixinha por dia. Como nos últimos dois anos tenho estado atarefada com encomendas no final do ano, deixo para colocar a atividade ou presentinho na noite anterior, o que já criou uma imagem interessante para a Sofia: as atividades “aparecem” enquanto ela está dormindo. Ela vai lá de tempos em tempos conferir que as caixinhas estão vazias e nota que os bilhetinhos com as atividades aparecem magicamente de noite! Na realidade, faço isso para conseguir encaixar as atividades que demandam mais tempo em dias que tenho mais disponibilidade. Faço uma lista para mim com os dias (considerando principalmente finais de semana) e vou adaptando quando acho necessário.

Abaixo tem uma lista de sugestão de atividades. Compilei de alguns sites, adaptei algumas e acrescentei outras. Não uso todas em todos os anos e algumas são mais adequadas a crianças mais velhas – vale pensar na idade da criança, disponibilidade dos pais, da cidade, do clima…

  • Ajudar a preparar a ceia
  • Amanhã é dia de são Nicolau, deixar água e cenoura para o cavalinho dele (coloco também a estória de São Nicolau e leio com ela… no dia seguinte a água aparece mexida e a cenoura parcialmente comida; também aparece uma surpresinha para ela: um bolinho, frutas secas… alguma coisa que ela come no café da manhã)
  • Assistir a um filme natalino comendo pipocas (colocar uma porção)
  • Construir um boneco de neve com algodão
  • Convidar alguém especial para jantar e ajudar a fazer a refeição
    Decorar a casa para o natal
  • Dia de fazer biscoitos natalinos
  • Dia de fazer um delicioso chocolate quente!
  • Dia de fazer um teatrinho de natal
  • Dia de natal!
  • Fazer bolo e leva-lo a alguém de quem você gosta muito
  • Fazer cartões de natal para pessoas muito especiais!
  • Fazer fantoches com rolos de papel higiénico
  • Construir enfeites para o Natal com objetos reciclados
  • Fazer papeis de embrulho para os presentes
  • Fazer um piquenique em algum lugar aberto bem bonito!
  • Fazer um piquenique em família perto da árvore de natal
  • Fazer um pote da gratidão (colocar instruções)
  • Fazer um presépio em casa
  • Escrever uma carta a um amigo
  • Fazer um passeio por lugar aberto bonito
  • Separar brinquedos para doar a uma instituição de caridade
  • Fazer uma guirlanda de Natal
  • Colorir desenhos sobre o Natal e fazer uma exposição
  • Escrever uma pequena história de Natal
  • Fazer um jogo em casa (dominó, memória…)
  • Plantar uma flor
  • Fazer pão
  • Café da manhã com panquecas
  • Fazer uma bandeira de natal
  • Inventar uma canção de natal
  • Jantar à luz das velas
  • Visitar uma exposição de Natal
  • Fazer um cartão de agradecimento a alguém próximo que ajuda no dia-a-dia
  • Jantar à luz de velas
  • Ouvir estórias de natal
  • Ouvir música tradicional de Natal, incluindo de outras culturas.
  • Plantar sementes
  • Construir flocos de neve em papel
  • Fazer etiquetas de Natal para colocar nos presentes
  • Festa do pijama
  • Fazer uma colagem sobre as várias tradições de Natal
  • Fazer uma caça ao tesouro
  • Construir uma corrente de papel e pendurar em casa
  • Fazer uma sobremesa típica de Natal
  • Ir a um concerto de Natal
  • Almoçar ou jantar num restaurante especial
  • Dia de construções em lego em família
  • Comer marshmallows derretidos
  • Recolher elementos da natureza e fazer uma colagem
  • Ver uma peça de teatro
  • Passear de noite para ver as luzes de natal
  • Pesquisar as tradições de natal no mundo
  • Plantar feijões
  • Preparar uma canção de natal para cantar na ceia
  • Sair para visitar algum lugar com decoração de natal
  • Tirar fotos com temas natalinos

 

Em alguns dias, ao invés de atividades, coloco alguns presentinhos. Costumo colocar pequenos tesouros, “coisinhas” com pouco valor comercial, mas que sei irão agradar.

  • Enfeite para colocar na arvore de natal
  • Castanhas ou nozes ou passas
  • Chocolatinho
  • Pequenas surpresinhas: pode ser adesivo, carimbo, uma meia fofinha, om objeto pequeno e com pouco valor comercial
  • Uma concha ou uma conta bonita
  • Um potinho de purpurina

 

O Pote da Gratidão

Aqui em cima, o Pote da Gratidão, responsável pelos pedidos de compartilhamento do Calendário do Advento, feito com pote aproveitado da Chezmoicheztoi + fita de etiquetadora manual. Junto coloquei um bloquinho de folhas, e a idéia é, a cada dia, escrever uma coisa pela qual somos gratos e colocar dentro do pote. É um exercício de relfexão super rico para fazer com os pequenos – muito interessante ver o pote se enchendo a cada dia. No Natal, pretendo abrir o pote com ela e reler tudo!

Vai fazer na sua casa? Já fez? Tem alguma idéia para dividir?

Compartilha aqui nos comentários!!! 😉

Cartão para o Dia dos Namorados

Se, neste dia dos namorados, a ideia for demonstrar algo especial para a pessoa com quem divide a vida, o presente merece a companhia de um cartão especial. Sim, às vezes, a vida é mesmo corrida demais. Aqui, uma ideia que funciona: fazer o download de um arquivo Manitu, imprimí-lo e escrever palavras sinceras de afeto, amor, carinho e gratidão.

Se preferir um cartão com dizeres bacanas, eis aqui. 🙂

Para baixar esses dois cartões em formato dobrável, acesse os links a seguir:

Cartão 1

Cartão 2

 

Dia das Mães

Preparamos uma surpresa para o Dia das Mães…

Que tal usar as imagens das nossas flores de aquarela para fazer lindos cartões e presentear as mulheres mais queridas da sua vida? No nosso Instagram, tem o filme com um de nossos cartões sendo impresso. Porque pessoas especiais merecem um carinho a mais. E nós somos da teoria de que presentes merecem a companhia de lindos cartões.

Você pode também usar as imagens abaixo para criar seu próprio cartão. 🙂